VOZ DA TERRA
Jornal de Monte Verde 
 

Diretor Responsável: Egydio Coelho da Silva
Rua dos Eucaliptos, 75 - Monte Verde - Camanducaia - MG - Brasil
Fale Conosco


FÓRUM DE MONTE VERDE / CAMANDUCAIA

 

- Bem-vindo !

FÓRUM DE MONTE VERDE/CAMANDUCAIA 12/08/2015
De: Célio de Farias Santos.
Cidade: Camanducaia. Estado: MG. País: Brasil
Para: Fórum de moradores de Monte Verde/ Camanducaia


Senhor Egydio,
Esperava, no mínimo, um pedido de desculpa pública do Jornal ou de V.Sa., porque o meu nome foi injustamente envolvido por este jornal, numa atitude inverídica de proibição ao acesso das pessoas à Vila da Fonte.
Um fato que nunca aconteceu.

A sugestão que foi apresentada pelo jornal visando um diálogo com o senhor Maurício Lax, com o devido respeito, foi a que adotei e que traria benefícios para a população de Monte Verde,  com a doação de um prédio, com acessórios (computadores mobiliários) para se instalar um  Telecentro. Havia ainda base no prédio a ser construído para um outro espaço comunitários no andar superior. Lamentavelmente a politicagem de alguns trouxe prejuízos para muitos.
A sugestão do jornal de declaração de utilidade pública tem prazo de vencimento e não é tão fácil desapropriar áreas de APP particulares, mas isto é um fato que compete ao atual prefeito.
Como a postura de V.Sa., não foi condizente com a ética e a legislação de imprensa, se restringindo a me desculpar particularmente, estou buscando a Justiça. Infelizmente.
Cordialmente,
Célio de Faria Santos.
OAB/MG 145976.

Prezado ex-prefeito Célio,
É pena que V.Sª tenha utilizado o seu direito de resposta como advogado e não como jornalista que também é.
Pelo prisma de jornalista V.Sª observaria que as matérias publicadas em Voz da Terra objetivam tão somente conseguir que o povo volte a ter o direito jurídico que tinha de visitar a Fonte da Vila, desde a fundação da cidade até o momento em que Maurício Lax assumiu a posse do imóvel. Portanto, este direito do povo, que deve ria ser legal, é hoje apenas uma concessão do proprietário, que pode ser cancelado unilateralmente a qualquer momento.
Isto não é justo e mostra apenas que houve omissão das entidades que cuidam das atrações turísticas do Município, das entidades que defendem a preservação ambiental e também do poder público nada fizeram para manter o acesso legal à Fonte da Vila.
Várias vezes foi-lhe solicitado que informasse se confirmava ou negava a informação de que V.Sª teria autorizado o Sr. Maurício Lax a ocupar o imóvel e não houve nenhuma informação a esse respeito, nem mesmo na sua resposta acima consta resposta a esta pergunta.
Não entendi que tipo de projeto é esse:
"doação de um prédio, com acessórios (computadores mobiliários) para se instalar um Telecentro.
Havia ainda base no prédio a ser construído para um outro espaço comunitário no andar superior."
Favor explicar para melhor informar os leitores.
Att.
Egydio Coelho da Silva

 

FÓRUM DE MONTE VERDE/CAMANDUCAIA 12/08/2015
De: Marcia Collarile.
Cidade: São Paulo. Estado: SP. País: Brasil
Para: Fórum de moradores de Monte Verde/ Camanducaia

 

(Falecimento do Roberto da Locanda)


Para Danilo Izabel Lotti e a todos
Oi Lotti, boa noite,
Vi no Face book e me custou a acreditar, e eu tinha falado um dia antes, por telefone com a Izabel,e estavam todos bem!
Depois liguei pra Neia, numa esperança infantil de ter algum equivoco. Não era!
Chorei um bocado, rezei salmos, e ainda penso em rezar algumas missa.
Quando estava por aí, confesso que algumas vezes escolhemos a boa conversa acompanhada de cerveja.
E a gente se pergunta se viveu, se deu todos os abraços que podia ter dado, se falou coisas boas pra pessoa, e se deu tempo de ouvir tanta historia de vida...Sempre é pouco!
O André, 10 anos meu sobrinho, em janeiro passado, falou para o Roberto que ele era Vida Louca, adoremos isso! Rimos muito. Ele sentiu o carinho, naquele cara que as vezes fazia cara de mau, só pra brincar!
Monte Verde tá mais triste.
Mas fica no ar da bucólica cidade, na Pousada, com os esquilos, os cachorrinhos, e todos aqueles bichinhos minúsculos que foram fotografados... O sapo.
Todo o Por do Sol, cada dia de um jeito! A nuvem diferente, a cor do céu, ou a água que escorria na plantinha! Até as sombras eram observadas por ele!

Danilo, me desculpe se escrevi demais viu! Grande abraço, Izabel!

 

Um beijo a todos, fiquem em paz e que Deus possa confortar a dor da separação, e que no futuro possa transormá-la em saudades, e o sentimento de gratidão de ter tido a oportunidade de conhecer e conviver com esse cara tão especial
Minhas orações, que serão muitas pra vocês todos e para nosso eterno Roberto!
Marcia

 

FÓRUM DE MONTE VERDE/CAMANDUCAIA 16/08/2015
De: Célio de Farias Santos.
Cidade: Camanducaia. Estado: MG. País: Brasil
Para: Fórum de moradores de Monte Verde/ Camanducaia


Como prefeito nos mandatos dois últimos anos
anteriores ao presente mandato, agi de forma a conseguir um acordo amigável entre as partes.
 E, tudo estaria resolvido se nãohouvesse a "politicagem" atrapalhando as negociações, já que sequer o usucapião teria sido intentado como alternativa da regularização da posse e sequer haveria gastos de dinheiro público.
Verifiquei que não havia proibição ao acesso das
pessoas à fonte e sim apenas uma mudança do local da via de acesso (do centro para a lateral esquerda de quem olha de frente para a fonte) e
sem nenhum prejuízo aos usuários.

Também se comentava a intervenção do senhor Jurandir Quintino, cujo procedimento era do conhecimento dos órgãos ambientais e que deveriam ter tomado as providências legais.
Aí estabeleci um diálogo para que o Sr.Lax, como
este jornal agora está sugerindo. Nele pactuei um acordo, dentro dos seguintes parâmetros:
1).- Concordaria com a permanência da alteração do acesso, desde que o projeto fosse aprovado pela Câmara dos Vereadores. O que não ocorreu. O projeto foi rejeitado por unanimidade.
Na sessão do legislativo estavam presentes o atual prefeito (como vereador) e a vereadora Tania de Monte Verde.
2).- Em contrapartida o Sr. Lax construiria um prédio para a instalação de um Telecentro, com 28 computadores e mobiliário novos, no Parquinho da Vila da Fonte do distrito Estância Climática de Monte Verde;
3).- Na referida edificação haveria base para um andar superior, que seria concluído pelo Município e cujo espaço seria destinado a comunidade.
Portanto, jamais doei a fonte para o Sr.Lax e isto o
mesmo pode comprovar.
Cordialmente, Célio de Faria Santos

Prezado Célio,
Com todo respeito, me parece que  somente o Maurício Lax e você mesmo estavam a favor desse acordo proposto .
Os turistas e os moradores, com certeza, estavam contra.
Por um motivo muito simples: o caminho pelo qual hoje todos são obrigados a seguir para chegar à Fonte é muito mais longo. É bem pior do que o fechado ilegalmente pelo Maurício, com sua autorização ou por você estar de acordo.

Observe pelo mapa, publicado na primeira página de Voz da Terra que o acesso (Viela 7), que existia desde a fundação de Monte Verde, deve ter cerca de 80 metros e o caminho, que se inicia na Travessa 5 tem cerca de 200 metros. Acrescente que o pedestre tem que caminhar por subida de cerca de 120 metros.
Felizmente a Câmara rejeitou por unanimidade. Isto demonstra que a decisão realmente representou o desejo de toda a população.
Como a decisão foi tomada por unanimidade cabe reconhecer que não houve objetivo político, mesmo porque até os vereadores de sua base aliada votaram contra seu acordo com o proprietário.

E o pior de tudo é que seu acordo com Maurício Lax você o cumpriu unilateralmente, isto é, a Prefeitura se omitiu e permitiu que ele fechasse o acesso. Assim sendo, ele se apossou do acesso e não precisou entregar computador nenhum à Prefeitura. A decisão da Câmara Municipal foi desrespeitada por você e continua desrespeitada pela administração atual que deveria exigir na Justiça a reabertura do acesso pela Viela 7.
O processo de usucapião, movido por Maurício Lax contra o espólio Verner Grinberg para legalizar a compra de um dos lotes de terreno, nada tem a ver com este assunto de invasão de área de preservação ambiental e fechamento da Viela 7, que é uma servidão pública. Ao que parece esse processo de usucapião somente serviu para confundir o Ministério Público a não tomar providência contra a invasão de área verde e apropriação indevida de servidão pública.

Entendo que o procedimento de Jurandir Quintino, apenas tornando bem mais limpa e bonita a saída da água (a bica) deve ser louvada e ajuda a preservar a nascente da fonte. Sua atitude deve ser motivo de aplauso e agradecimento de todos, moradores e turistas. 

De qualquer forma, lhe agradeço a manifestação, que permitiu ficar melhor esclarecido este procedimento irregular que tanto prejuízo está causando a quem visita e vai buscar água na Fonte da Vila.

Abs. Egydio Coelho da Silva

 

 

Clique aqui e veja as mensagens anteriores deste Fórum

Primeira página de Voz da Terra - Monte Verde-MG

 

Participe e/ou fale com o coordenador deste Fórum (por email)

Partici pe ou fale Conosco de qualquer computador

(Não esquecer de escreve o nome completo e a cidade de onde envia o email)

Normas adotadas pelo coordenador do Fórum MV/Camanducaia:

1) Oferecer ampla liberdade a todos os participantes na escolha do assunto para informação, opinião, reivindicação.

2) Para não criar inimizades e problemas jurídicos para quem escreve e para o jornal, o Coordenador excluirá as partes dos textos, que contenham:

a) ataques pessoais, ironias ofensivas e denúncias infundadas, especialmente contra pessoas que não exercem cargo público;
b) O Coordenador, quando dispor de tempo e o assunto exigir, fará comentários e explicações sobre o texto a ser repassado e disponibilizado na Internet;


1) Se você se sentir prejudicado com qualquer notícia aqui divulgada ou no jornal impresso VOZ DA TERRA e quiser se utilizar do direito de resposta, favor enviar email para:
vtmv@monteverdemg.com.br,  que a sua opinião será divulgada com o mesmo destaque.

 

“Se tivesse que decidir se devemos ter governo sem jornais ou jornais sem governo, eu não vacilaria um instante em preferir o último”. Thomas Jefferson, (1743 - 1826), estadista e ex-presidente dos EUA).
 

Clique aqui para ver mais pensamentos e máximas sobre liberdade de imprensa

 

© Copyright 2003 Jornal Voz da Terra Monte Verde-MG ® - Todos os direitos reservados