VOZ DA TERRA
Jornal de Monte Verde 

Diretor Responsável: Egydio Coelho da Silva - Editor: Renato Coelho da Silva
Rua dos Eucaliptos, 75 - Monte Verde - Camanducaia - MG - Brasil
Fale Conosco
- Bem-vindo !
FÓRUM DE MONTE VERDE / CAMANDUCAIA
 

FÓRUM MONTE VERDE/CAMANDUCAIA DE 03/03/2.013

De: João de Oliveira Batista.

Cidade: São José dos Campos. Estado: SP.  País: Brasil

Para: Fórum de hotéis e empresários de Monte Verde

Li no site do jornal Voz da Terra a história do Sr. Verner Grinberg que conhecí em 1952. Tive vários contatos com ele. Foi um homem decidido, um lutador e vencedor.

 

FÓRUM MONTE VERDE/CAMANDUCAIA DE 03/03/2.013

De: Walter Cunha Monacci.

Cidade: Monte Verde. Estado: MG.  País: Brasil

Para: Fórum de hotéis e empresários de Monte Verde

Caro Sr. Egydio,
Como o senhor bem tem conhecimento, o saudoso Construtor Miguel Iliuk deixou, em nosso Distrito de Monte Verde, uma enorme contribuição, tendo exercido importantíssimo papel na história, na arquitetura e no desenvolvimento do Distrito.
Miguel sempre comandava várias obras ao mesmo tempo, de modo que é inegável a quantidade de trabalho que propiciou aos munícipes e à economia de Monte Verde.
Após prévia consulta à família do Miguel, propus à Vereadora e aos participantes de alguns grupos do Facebook que tratam de questões de Monte Verde, especialmente o "Monte Verde por Monteverdenses", que fosse elaborado um projeto de lei para atribuir, a alguma das vias, praças ou equipamentos públicos de Monte Verde, a denominação "Construtor Miguel Iliuk", conforme a cópia abaixo.
MENSAGEM ENVIADA EM 04/03/2013 À VEREADORA TANIA:
Bom dia Vereadora Tania!
Como a senhora sabe, o saudoso Construtor Miguel Iliuk exerceu um papel importantíssimo na história e na arquitetura de Monte Verde, tendo sido o responsável pela construção de centenas de edificações no Distrito, não só casas, hotéis, mas também do próprio Portal de Monte Verde.
Miguel Iliuk era um idealizador e, como muitos dizem em Monte Verde, começava desenhando em um papel de pão projetos que resultavam em obras memoráveis. Pude testemunhar isto na construçào de minha casa e em outras, de sua autoria, que ele me mostrava na época, para termos idéias.
Miguel Iliul é realmente um personagem que merece ser lembrado, pela preservação de nossa história.
Gostaria de sugerir-lhe um projeto, na Câmara Municipal, para que se dê a alguma via pública, praça ou bem público municipal de Monte Verde, a denominação Construtor Miguel Iliuk.
Conversei há algum tempo com o Elcio, filho do Sr. Miguel, que me disse que a família também gostou muito da idéia.
Eu já tinha conversado com o Elcio e pedido à ele que procurasse rememorar a história do Sr. Miguel, separando fotografias de obras que o mesmo realizou e outros dados históricos.
Paramos o trabalho por causa das eleições do ano passado, mas creio que possamos, se a senhora tiver interesse, dar continuidade.
Fico no seu aguardo para darmos sequência. O Élcio Iliuk nos ajudará no levantamento de todo o material, para que um belo projeto possa ser elaborado.
Aguardo a vossa manifestação a respeito.
Obrigado e boa semana.
Em tempo:

Várias pessoas manifestaram, através do Facebook, concorância e apoio à idéia.
Gostaria de submeter a proposta também ao Fórum de Monte Verde e à Associação Comercial de Monte Verde e gostaria de contar com a ajuda de todos. A causa é boa e justa, tanto que já está contando com ótima receptividade !
Abraços,
Caro Walter,

O construtor Miguel Iliuk merece muitas homenagens. Fiquei empolgado com sua capacidade de construtor e notei o valor histórico de suas obras, que para  mim está muito claro, pois acompanhei seu trabalho na construção do Green Village Hotel e do Portal de Monte Verde.
Até lhe sugeri que, ao término de suas obras, colocasse em algum lugar ainda que pouco visível, a informação de que fora ele construtor. Ele riu e achou engraçado e nem me respondeu.

No mínimo deveria ser colocada uma placa no Portal de Entrada da Cidade com essa informação, pois, além da homenagem merecida, terá valor histórico que facilitará pesquisas futuras sobre o trabalho dos construtores de Monte Verde.
A Tânia, vereadora, poderia também apresentar projeto de  Lei, obrigando os proprietários de imóveis a colocar nas obras o nome do construtor, só assim será facilitada a pesquisa sobre a arquitetura em Monte Verde, que é uma das principais atrações turísticas de nosso Distrito.

Parabéns pela sua iniciativa. Abs.  Egydio Coelho da Silva

 

FÓRUM MONTE VERDE/CAMANDUCAIA 11/03/2013
De: Vicente Forlenza Neto.

Cidade: Monte Verde. Estado: MG. País: Brasil
Para: Fórum de moradores de Monte Verde/Camanducaia

 

Entendo que é grande o beneficio, que a instalação de cancelas no portal de M Verde para maior segurança no Distrito.
Este equipamento visa um controle de quem entra e de quem sai de M Verde. As cancelas são liberadas pelo próprio condutor do veiculo. Ao apertar o botão para a entrada ou para a saída de M Verde o veiculo terá sua placa fotografada, o motorista será fotografado e ambas as fotos ficarão armazenadas em um banco de dados que terá a finalidade de catalogar o movimento de entrada e saída de M Verde. Com isso teremos um controle total da circulação de carros, motos, caminhões e ônibus. Este controle facilitará e diretamente o trabalho das policias civis e militares que de posse das informações poderão identificar todos os motoristas.
Recentemente uma senhora foi vitima de um assalto em sua residencia de onde foram roubados diversos objetos de valor, talões de cheque e um veiculo que saiu livremente do distrito de M Verde! Este veiculo foi localizado no estado de São Paulo, no município de Mogi Guaçu totalmente queimado. Certamente se tivéssemos as cancelas este e vários outros crimes semelhantes seriam evitados!
Sabemos da relutância na instalação! Mas estes dados jamais serão usados para outros fins! Não se utilizará as informações dos veículos para verificação de multas ou IPVA em atraso, nem mesmo a foto do condutor será utilizada para pesquisa em delegacias e fóruns.
Este serviço visa apenas a segurança da população de Monte Verde! Sds
Caro Vicente,
De fato é importante e urgente a utilização de alguma vigilância mais moderna e atualizada no portal.
Talvez cancela esbarre em proibição legal, mas câmaras filmadoras são fundamentais. E o custo é barato. Eu mesmo fiz orçamento e há empresas em Camanducaia e Cambuí que colocam até quatro câmaras pelo custo de 900 reais. A segurança seria de todos, inclusive do próprio quartel, pois os bandidos hoje têm preferência em atacar policiais. Acho que este assunto deveria ser objeto de discussão, principalmente no Consep. Abs. Egydio Coelho da Silva

 

FÓRUM MONTE VERDE/CAMANDUCAIA 17/03/2013
De:
Eugenio Pabst Vieira da Cunha.

Cidade: Monte Verde. Estado: MG. País: Brasil
Para: Fórum de moradores de Monte Verde/Camanducaia

 

Prezado Sr. Egydio,
O turista de Praia Grande, SR. Vanderlei, tem toda razão. Toda a infraestrutura de Monte Verde e vergonhosa.
O calçamento das ruas inexiste. Eu também tenho vergonha do que vejo. Não e possível um prefeito não sentir a mesma coisa.
O asfalto da vila, executado sem nenhum rigor técnico, pelo que me lembro foi em véspera de eleição municipal, já não existe.
Os erros continuam com o calçamento da avenida principal com blocos intertravados de concreto. Eu observei esses serviços com olhos de engenheiro especializado em infraestrutura que sou, e infelizmente tenho a infirmar que aquele serviço não terá vida longa. Também foi executado sem rigor técnico. Qualquer leigo pode ver que esta totalmente desalinhado, ondulado, sem acabamento nos arremates, caixas sem tampa (ainda estão cobertas com madeira). Pude observar durante a execução que as fundações desse pavimento não tiveram o reforço do subleito adequado, a base adequada, etc, etc.
Uma pena, pois poderíamos ter pelo menos uma rua em boas condições por pelo menos 10 anos, que e o período mínimo de duração adotado em um projeto.
Não e só isso, o cheiro de esgoto na rua principal continua, correndo em feriados prolongados a céu aberto. Qualquer um pode verificar pessoalmente.
Os córregos estão poluídos, com os esgotos lançados in natura. Eu felizmente conheci esses córregos quando podia-se beber sua água naturalmente, o que não aconselho atualmente.
Neste ultimo final de semana, ontem, dia 17/03/2013, presenciei uma cena no mínimo bizarra. Um ônibus de turismo entalado numa esquina da rua principal. Pareceu-me que ele teve que desviar da rua principal em seu trecho recentemente pavimentado com os blocos de concreto intertravados. Não sei de foi voluntário ou se foi obrigado a fazer o desvio em função do novo pavimento possivelmente por não estar dimensionado para ônibus e caminhões. O fato e que as ruas não tem a geometria adequada para a circulação de ônibus de turismo....numa cidade turística!
A estrada que liga Camanducaia a Monte Verde já esta em péssimas condições. Aonde esta a responsabilidade técnica de quem a construiu? A garantia por lei deve sete de no mínimo 5 anos. Por que ninguém aciona a executora da pavimentação da estrada?
Enfim, e triste ver a decadência de Monte Verde, a complacência de seus moradores, o conformismo da maioria...
Eu já ouvi muita gente que freqüenta Monte Verde dizer que preferia que as condições das estradas e ruas deveriam permanecer ruins para que não houvesse grande quantidade de turistas! Onde existem automóveis, caminhões e ônibus, as rua devem necessariamente ser pavimentadas. Pode ser com paralelepípedos, blocos de concreto ou até asfalto, de forma lúdica, bonita, limpa e organizada. Não há como conviver com poeira, lama, buracos e centenas de veículos circulando ao mesmo tempo que as pessoas passeiam a pé ou mesmo se deslocam para o seu local de trabalho.
Monte Verde precisa de uma reforma geral já. E uma cidade turística e precisa desta reforma para manter a freqüência dos bons turistas, que e aquele que freqüenta, consome, não polui, indica a cidade para os amigos, enfim, traz riqueza em todas as suas formas.
Atenciosamente
Eugenio Pabst Vieira da Cunha
Rua das Constelações, 1 - Jardim das Montanhas

 

FÓRUM MONTE VERDE/CAMANDUCAIA 18/03/2013
De: João Batista.

Cidade: Monte Verde. Estado: MG. País: Brasil
Para: Fórum de moradores de Monte Verde/Camanducaia

 

Sr. Egydio, boa noite.
Parabéns pelo projeto de homenagem ao Sr. Miguel Iliuk, pois êle é merecedor de tal honraria. Abraços.
Prezado João Batista,

O projeto de homenagem ao Miguel Iliuk, parece-me que é sugestão do Walter Monacci. Eu, como você, apoio com entusiasmo essa iniciativa. Abs. Egydio Coelho da Silva

 

FÓRUM MONTE VERDE/CAMANDUCAIA 18/03/2013
De: Álvaro Vieira da Cunha.

Cidade: Santos. Estado: SP. País: Brasil
Para: Fórum de moradores de Monte Verde/Camanducaia

 

Meu caro Egydio.
Excelente o seu “Voz da Terra”. Estou de pleno acordo com o trabalho no sentido de preservar a memória do Construtor Miguel Iliuk. Foi quem construiu minha casa (1971/1973) com muita competência e total integridade. Fica no bairro Jardim das Montanhas, logo na primeira esquina depois do portal, na Av. da Montanhas.
Abraços.

 

FÓRUM MONTE VERDE/CAMANDUCAIA 18/03/2013
De: Alexandre Wolff Goehler.

Cidade: Monte Verde. Estado: MG. País: Brasil
Para: Fórum de moradores de Monte Verde/Camanducaia

 

Sr Egydio, boa noite
Sou proprietário de casa em Monte Verde a mais de 30 anos e realmente não tenho lembrança de abandono como atualmente, nada é feito a minha rua sou eu obrigado a pagar para ser transitavel e ter acesso a minha casa, para onde vão os impostos, IPTU e IPVA, pois meus carros estão registrados em MV. Em vez de pensar em babaquices como registros de entrada e outras mais façam algo realmente por MV, vão visitar qualquer cidade turistica em Santa Catarina ou Rio Grande do Sul para apreender como e o que fazer.
Saudades do tempo do sr. Verner!
Alexandre Wolff Goehler

 

FÓRUM MONTE VERDE/CAMANDUCAIA 21/03/2013
De: Carlos  e Sandra Carotta.

Cidade: São Paulo. Estado: SP. País: Brasil
Para: Fórum de moradores de Monte Verde/Camanducaia

 

Prezado Egydio, como vão as coisas?
Bem, venho aqui informar que a batalha longa da tia de minha esposa Sandra terminou.
Um breve resumo.
Falo da Sra Clara Dorogdy Juhasz conhecida como dona "Clarice" fundadora do hotel de Monte Verde (El Brujo) que segundo ela foi a empreendedora pioneira em montar o primeiro hotel do local, na época haviam somente estalagens muito comuns na época.
Uma mulher nascida na Hungria, empreendedora de uma família de artistas da época no leste Europeu, esposa do Sr Huan /' João", piloto Húngaro, que recebeu uma missão de bombardear Stalingrado, no período em que a Alemanha colonizou a Hungria em 41.
Após a guerra, Clarice se mudou para Roma e montou uma fábrica de capas de chuva.

Ouviu na época de um lugar chamado Brasil na América Latina que estavam recebendo Europeus que gostariam de empreender, porém a fronteira do Brasil se fechou, então a Sra Clara junto a seu marido Juhasz se mudaram para a Argentina, se naturalizaram Argentinos e mudaram para o Brasil em uma casa na Rua Augusta onde montou uma loja de alta costura, na época as grandes marcas estavam surgindo .
Ficaram sabendo de um lugar chamado de Monte Verde que lembrava muito suas terras de origem, decidiram se mudar para lá, levaram portas e janelas dos casarões da Av Paulista e Montaram o Hotel El Brujo que quer dizer O bruxo em espanhol, "ficar encantado", uma língua aprendida na Argentina que se misturou para sempre em seu vocabulário aportuguesado.
Filha de Russos com Húngaro trouxe uma herança de guerra muito dura tornando-se uma mulher empreendedora e docemente dura.
Viveu muito feliz com seu marido e aos 93 anos faleceu de morte natural hoje dia 21/03/2013.
Amanhã será seu enterro tendo início às 10:00hr e finalizando às 11:00hr, será enterrada no cemitério de MV ao lado de seus pais e seu querido marido .
Atenciosamente. Carlos e Sandra.

Prezado Carlos,

Não conheci infelizmente Dona Clarice, que, pelo que você descreve, teve uma vida intensa e de muitos empreendimentos.

Conheci seu marido, Huan, quando levei ao El Brujo um jornalista da Folha de São Paulo, que viera fazer reportagens sobre Monte Verde. Acho que o jornalista queria saber o motivo pelo qual ele não aceitava crianças em seu hotel. 

Foi muito educado e disse que agora estava aceitando crianças, mas no começo se aborrecia com a liberdade que os pais davam às crianças, que inclusive quebravam objetos do hotel e ficavam em pé nos sofás. Recordo-me inclusive de que Dona Elza, comentando o fato de Huan não aceitar crianças em seu hotel, me disse: "os pais de hoje deixam as crianças fazer o que querem" e que ele, Huan, tem objetos de valor e artísticos que podem ser quebrados pelas crianças. 

Huan, foi bastante falante com o jornalista e não me esqueço de que ele ouvia música clássica em volume alto, o que combinava com a boa vista que de seu hotel se tinha de Monte Verde.

Meus sentimentos à família e grato pelo descrição do perfil biográfico de Dona Clarice, uma pioneira de Monte Verde. Abs. Egydio Coelho da Silva

Clique aqui e veja as mensagens anteriores deste Fórum

Primeira página de Voz da Terra - Monte Verde-MG

Participe e/ou fale com o coordenador deste Fórum (por email)

Partici pe ou fale Conosco de qualquer computador

(Não esquecer de escreve o nome completo e a cidade de onde envia o email)

Normas adotadas pelo coordenador do Fórum MV/Camanducaia:

1) Oferecer ampla liberdade a todos os participantes na escolha do assunto para informação, opinião, reivindicação.

2) Para não criar inimizades e problemas jurídicos para quem escreve e para o jornal, o Coordenador excluirá as partes dos textos, que contenham:

a) ataques pessoais, ironias ofensivas e denúncias infundadas, especialmente contra pessoas que não exercem cargo público;
b) O Coordenador, quando dispor de tempo e o assunto exigir, fará comentários e explicações sobre o texto a ser repassado e disponibilizado na Internet;


1) Se você se sentir prejudicado com qualquer notícia aqui divulgada ou no jornal impresso VOZ DA TERRA e quiser se utilizar do direito de resposta, favor enviar email para:
vtmv@monteverdemg.com.br,  que a sua opinião será divulgada com o mesmo destaque.

 

“Se tivesse que decidir se devemos ter governo sem jornais ou jornais sem governo, eu não vacilaria um instante em preferir o último”. Thomas Jefferson, (1743 - 1826), estadista e ex-presidente dos EUA).
 

Clique aqui para ver mais pensamentos e máximas sobre liberdade de imprensa

 

Documento sem título
LOGIN
Usuário:
Senha:
Documento sem título
TEMPO
Documento sem título
COTAÇÕES

Documento sem título
PARCEIROS
© Copyright 2003 Jornal Voz da Terra Monte Verde-MG ® - Todos os direitos reservados