Documento sem título

 


Documento sem título
PORTAL DE M. VERDE

Associação Comercial

Câmara M. Camanducaia 

Cartão Postal - Mte. Verde

Edições anteriores
Emancipação

Fale conosco

Fórum moradores
Fotos da Cidade
História de Mte. Verde
Horário de ônibus

Hotéis-Mte. Verde

Índice por assunto

Mapa das trilhas

Mapa das ruas
Mapa de Localização
Prefeitura/Camanducaia
Zé Verdinho/prefeito
ROTEIROS
Gonçalves
Cachoeira dos Pretos
Campos do Jordão
SERVIÇOS
Câmara Federal
CEP

DETRAN-SP

Direito - portal

Lista telefônica
Esoterismo - portal

Receita Estadual-MG

Receita da Fazenda

Senado Federal
Tribunal Sup. Eleitoral

Sup. Tribunal de Justiça
Sup. Tribunal Federal
Tribunal de Contas-MG
BANCOS
Banco Real
Bradesco
Caixa Federal
Banco Itaú
Banco do Brasil
Nossa Caixa-SP
Unibanco
IMPRENSA
Fórum de imprensa
Jornais Brasileiros
Jornal dos Bairros-SP
Voz da Terra-Assis-SP
PORTAL REGIONAL
Cachoeira dos Pretos
Camanducaia-dados
Camanducaia - história
Prefeitura-Cambui-MG
Prefeitura de Extrema

Jornal de Monte Verde 

Diretor Responsável: Egydio Coelho da Silva - Diretora de redação: Suely Silva
Rua dos Eucaliptos, 61 - Monte Verde - Camanducaia - MG - Brasil
Fone: 35-3438-2035 - Fale Conosco

- Bem-vindo !
PREFEITOS DE CAMANDUCAIA

Prefeito volta a dizer que é difícil administrar Monte Verde


Emydio: administrar Monte Verde é problemático para Camanducaia


Eurico dá entrevista à Globo


Ponte coninua precária, mas há projeto para construir nova


As vigas já estão esperando para serem utilizadas

No dia 18 de junho o prefeito Emydio Moreira Filho concedeu uma entrevista à jornalista Suely Silva do jornal virtual Voz da Terra de Monte Verde.
Muito à vontade em seu gabinete o prefeito desabafa “o município é muito grande e Monte Verde é uma cidade que deve ser emancipada o quanto antes”.
Em relação à ponte do Guilhermão o prefeito até diz que não dorme de noite em pensar na sua situação, mas enquanto a licitação não sai as vigas vão sendo corroídas pelo tempo. Quanto a sua possível candidatura, ele diz que é problemático não dar continuidade, por isso é candidato novamente. “Mas a câmara não quer mais saber de Emidinho na prefeitura” Diz o prefeito.
Confira entrevista na integra:
VT-A ponte do Guilherme até agora nada de iniciar as obras e continua cada vez pior, o senhor não tem medo da gravidade desta situação?
EM-Olha, eu nem durmo direito só de pensar nesta abençoada ponte. As quatro firmas que vão participar da licitação são muito boas e espero que essa burocracia termine logo para que possamos dar inicio.
VT-Como foram adquiridas as vigas, pois nesta época de eleição apareceram muitos políticos tirando proveito desta situação?
EM-As vigas foram conseguidas através da Secretaria de Obras do município por intermédio do Deputado Estadual Dalmo Ribeiro.
VT-E quanto à estrada de Monte Verde?
EM-Não depende mais da prefeitura. A DER aprovou o projeto, já falamos com a Serveng que vai executar. Tudo deverá ficar em quatro milhões, mas falta o aval do governo do Estado.
VT-E quanto ao esgoto?
EM-Já tentamos fazer uma vez através da prefeitura, mas não havia um projeto para o tratamento do esgoto.Agora através da Copasa o projeto incluiu o tratamento da água antes de cair no riacho. De acordo com o Dalmo a Copasa tem 600 mil em verba para gastar em todo município. Vamos aguardar que desta vez sai.
VT-Outro dia o carro do VT caiu em uma valeta na rua da Baixada. Os vizinhos logo vieram e disseram que já caíram vários turistas e crianças no mesmo lugar, pois é próximo a um restaurante bem freqüentado. Realmente, a situação das ruas está uma vergonha. O que o Sr. tem feito para melhorar?
EM-Eu faço o que eu posso. Antes do feriado o Presidente da ACMV Roberto de Lucas me procurou para arrumar as ruas e estradas. Até no momento, comentamos que se acaso chovesse, iria fazer lama. Não deu outra, foi muito azar. Bastou o Sr. Estevan jogar terra choveu e virou barro, saiu até na televisão.
VT-Monte Verde esteve na mídia por duas semanas consecutivas falando e mostrando a situação da estrada no feriado de corpus Chistis. Causou polêmica. E todos que viram ficaram revoltados com o prefeito de Camanducaia.
EM-Eu dou os parabéns para quem teve a idéia de fazer aquela reportagem da estrada. Eu gostei de ver, pois ajuda na emancipação de MV. É bom os grandões dos chefes de Estado ver a situação pela TV e adiantar logo a nossa estrada. Eu quero explicar que MV é uma cidade e nós não temos recursos para uma sub-prefeitura. É preciso verba disponível só para MV.
VT-O senhor investe em Monte Verde o que é arrecadado, pois esta é a revolta dos empresários.
EM-É aplicado tudo que é arrecadado em saúde, educação, ruas e ainda não dá. Por isso, quero a emancipação de MV, pois o prefeito não dá conta de tudo.
VT-Então o senhor acha que o distrito de MV não é importante para o prefeito de Camanducaia?
EM-Para Camanducaia administrar MV é problemático. É muita rua e gasta muito. O município é muito grande. Só nesta administração já fizemos 300 pontes. MV é outra cidade e muita coisa para um prefeito só e por isso eu quero que MV emancipe logo. A prefeitura ajuda até que ela consiga se estabelecer.
VT-Quer dizer que está decidido ser candidato de novo?
EM-Olha, vai ser um problema para nós se eu não continuar na administração. Eu não estou muito interessado em ser prefeito de novo, mas sempre que entra outro aqui eles acabam com as máquinas, com o dinheiro do município e com tudo. A prefeitura volta a estaca zero. Os políticos adversários e principalmente a câmara não querem mais saber de Emidinho na prefeitura. Sofro pressão da câmara desde que assumi eles não querem saber dos problemas do município.

Documento sem título
LOGIN
Usuário:
Senha:
Documento sem título
TEMPO
Documento sem título
COTAÇÕES

Documento sem título
PARCEIROS
© Copyright 2003 Jornal Voz da Terra Monte Verde-MG ® - Todos os direitos reservados