VOZ DA TERRA - jornal impresso e virtual de Monte Verde

Diretor: Egydio Coelho da Silva

RODEIO: NOTÍCIAS DE AGOSTO DE 2.000

 

RODEIO EM MONTE VERDE

 

Desde que se iniciou, há cerca de três anos atrás, este evento sempre encontrou adeptos entusiasmados e opositores, que não concordam com a Festa.

O fato da Prefeitura de Camanducaia destinar 80.000 reais para a Festa do Peão Boiadeiro em Camanducaia e nunca colaborar com a mesma festa em Monte Verde gerou polêmica.

 

 

Se Monte Verde é o principal polo turístico do Município, por que razão teria sido discriminada?

Leandro Rosa (Cebolinha), Paulo Maciel de Oliveira (Paulinho do Madinho) e Orlando Chotti (Orlando Motorana) fazem parte da Comissão Permanente da Festa do Peão Boiadeiro em Monte Verde (veja foto no final da página).

Em entrevista à VOZ DA TERRA,  os três foram unânimes em afirmar que, ao contrário do apoio que deu à mesma festa em Camanducaia, a Prefeitura de Camanducaia nunca ofereceu ajuda ou incentivo ao rodeio de Monte Verde.

“O máximo foi transporte e mão de obra”, conta Orlando Chotti.

Orlando acrescentou que os maiores patrocinadores deste evento são os empresários de Monte Verde e entende que o evento deveria receber mais apoio da Prefeitura há benefício comunitário.

“Assim como a Prefeitura ajudou na construção do Pronto Socorro e, por dois anos, na reforma da Escola, no valor estimado 2 mil reais só para a escola, deveria também colaborar mais com a Festa”, argumenta Orlando.

Todos os membros da Comissão garantem que vão cobrar ajuda da Prefeitura, mesmo porque “o rodeio de Monte Verde precisa de ajuda e qualquer colaboração financeira é bem-vinda e a reivindicação será inevitável”.

Sobre o comentário de que Egon Boetcher teria solicitado abertura de processo no Fórum de Camanducaia contra a Festa por maus tratos a animais, esclarecem que isto não é verdade.

Informam que houve sim um protesto do Sr. Egon, mas foi apenas informal, mas entendem que a atitude dele é compreensiva porque é membro da Sociedade Protetora dos Animais, portanto, ele apenas cumpriu a sua obrigação.

Porém o episódio somente serviu para deixar claro que não há nenhum mau trato aos animais. Nem poderia ser diferente, pois os donos dos animais acompanham pessoalmente, dia a dia, o rodeio e jamais admitiriam que fossem maltratados.

No final da entrevista, Cebolinha fez questão de agradecer a comunidade de Monte Verde pelo apoio que dado aos rodeios e espera que para o  próximo evento esse apoio se repita.

Em entrevista à VOZ DA TERRA, Egon Boetcher, que é membro da Associação de Proteção aos Animais e agente voluntário de policiamento florestal, disse que tem bom conceito dos rodeios apenas não concorda com a maneira de se fazer rodeios.

Ele abomina o uso de esporas com ponta aguda e a chamada três pontas, bem como o uso do cedém, objeto usado para apertar os órgãos genitais dos bois.

Além disso, embora ache que é uma boa diversão para o povo, entende que o rodeio não é bom para Monte Verde.

Principalmente no que se refere à paz e tranqüilidade, que deve existir em Monte Verde. Na sua opinião, este esporte não se encaixa nos padrões de turismo de Monte Verde.

Sugere outros esportes como a cavalgada, ciclismo, enduro de motos, que deveriam ser criados para substituir o rodeio ou acrescentados ao roteiro turístico de Monte Verde.

Sobre o investimento de 80.000 mil reais, que a Prefeitura de Camanducaia fez na Festa do Peão Boiadeiro em Camanducaia, diz que “há setores mais prioritários para uso desse dinheiro” e que rodeio não traz benefício para lugar nenhum.

Finalizando, disse que nunca quis acabar com a Festa do Peão Boiadeiro em Monte Verde, mas pediria que os organizadores escolhessem um horário para a Festa mais adequado e diminuíssem a altura do som para incomodar menos.

E conclui: “Todo ano, durante o tempo que dura o rodeio, saio de Monte Verde para não me aborrecer”.

 

Leandro Rosa (Cebolinha foto à direita),

Membro da Comissão Permanente da Festa do Peão Boiadeiro em Monte Verde.

 

  Paulo Maciel de Oliveira (Paulinho do Madinho-foto à direita),

Membro da Comissão Permanente da Festa do Peão Boiadeiro em Monte Verde.

 

Orlando Chotti (Orlando Motorana -  foto à direita),

Membro da Comissão Permanente da Festa do Peão Boiadeiro em Monte Verde.

 

  Egon Boetcher (foto à direita), membro da Associação de Proteção aos Animais e agente voluntário de policiamento florestal