*Desde 1.979

ASSOCIAÇÃO COMERCIAL DE MONTE VERDE
Email: acmv@monteverdemg.com.br 

Site: www.montevedemg.com.br 
Sede: Rua dos Eucaliptos, 75 

Fone: 35-438-1100

 Coordenador deste Fórum: Egydio Coelho da Silva

Pensamento

"Seus clientes mais insatisfeitos são a sua maior fonte de aprendizado". 
Bill Gates, empresário e o homem mais rico do mundo.

 

FÓRUM DE HOTÉIS E EMPRESÁRIOS 04 DE JANEIRO DE 2.008

De: Edson Vicençotto

Cidade:   . Estado: .  País: Brasil

Para: Fórum de hotéis e empresários de Monte Verde

 


Estive em Monte Verde no final de Ano e fiquei impressionado com o estado precário da estrada um absurdo para um lugar que recebe tantas pessoas; tive um prejuízo de mil reais na suspensão do meu carro.
Gostaria de indicar este lugar maravilhoso para todos os meus amigos que me cercam no dia a dia. Porém o efeito foi o contrário com um prejuízo enorme um passeio que poderia ser ótimo acabou sendo uma decepção e sem querer acabei espalhando para todo mundo a estrada sem manutenção e o mal atendimento na maioria de lojas e restaurantes, isto é uma critica construtiva para vc melhorarem. Vai ser muito difícil eu voltar para lá e o pior quase briguei com minha namorada.  Edson Vicençotto
Caro Édson,
De fato, Monte Verde mereceria melhor atenção dos poderes municipal e estadual. Porém, hoje, graças a pessoas como vc que trazem críticas construtivas, as coisas parecem que vão caminhando, embora lentamente. Sua mensagem será repassada aos empresários e autoridades municipais e estaduais.
Abs.  Egydio Coelho da Silva, presidente da Associação Comercial de Monte Verde-Acmv

 

FÓRUM DE HOTÉIS E EMPRESÁRIOS 14 DE FEVEREIRO DE 2.008

De: Ana Marai da Silva Bifulco

Cidade: São Paulo. Estado: SP.  País: Brasil

Para: Fórum de hotéis e empresários de Monte Verde

 


Amo Monte Verde mas o que não permite que vá até ai com mis frequencia, é a estrada.Gostaria de saber se as obras já terminaram e ela esta melhor pois da ultima vez que ai estive as obras estavam paradas e a estrada pessima. Obrigada

Cara  Ana,
As obras da Estrada Monte Verde / Camanducaia estão paralisadas. Infelizmente, não se desconhece se o problema é falta de verba, se é inidoneidade ou incompetência da empreiteira. O Prefeito informa que as obras estão paralisadas por causa das constantes chuvas.
Mas o descaso com o direito do contribuinte à  informação é uma constante em Minas e em Camanducaia.

 Sua mensagem será repassada aos empresários e autoridades municipais e estaduais. Abs.  Egydio Coelho da Silva, presidente da Associação Comercial de Monte Verde-Acmv

 

FÓRUM DE HOTÉIS E EMPRESÁRIOS 25 DE FEVEREIRO DE 2.008

De: Edna Basílio

Cidade:  . Estado: .  País: Brasil

Para: Fórum de hotéis e empresários de Monte Verde

 


Senhores, boa tarde!
Eu e meu esposo passamos esse ultimo final de semana em Monte Verde, cidade da qual gostamos muito.
Ficamos hospedados no ..., onde fomos muito bem tratados e adoramos a vista, eles nos indicaram vários passeios e compras.
Fizemos o passeio de quadriciclo com o ... e adoramos, comemos em diferentes restaurantes; como o ... e o ..., fomos muito bem atendidos.
Porém para nossa maior decepção, no ultimo dia fomos as compras. Temos uma situação financeira muito confortável por isso procuramos o que havia de melhor para as lembranças a serem compradas. Recebemos a indicação de ....
Meu marido e eu escolhemos diversos chocolates neste estabelecimento, onde uma funcionária foi nos dando dicas muito boas, ao final da compra gastamos algo próximo de 50 reais e meu marido perguntou a uma senhora loira, que nos pareceu ser a proprietária se pagando em dinheiro haveria algum desconto, ou pagaríamos no cartão de credito.
Para nossa surpresa essa senhora pouquíssimo cortez nos informou que não aceitava cartão de credito porque os valores eram irrisório.
Primeiro absurdo, pois se em São Paulo bancas de jornais aceitam para qualquer valor, porque ela tratava compras de $50 "irrisórios"?
Depois de um certo desgaste nessa colocação, meu marido disse: tudo bem, pago em dinheiro e qual é o desconto. Ela nos respondeu - de $0,75, que era os centavos que acompanhava o valor bem próximo dos $50.
Então meu esposo disse, então pagarei no debito e o estabelecimento perderá com isso pois pagará a taxa de administração do cartão.
A mesma com um desprezo absurdo, disse que para ela era indiferente e que não dava descontos a ninguém. Já aborrecidos pedimos que cancelasse a compra, pois ela estava sendo grosseira. A mesma não recuou e muito pelo contrario, nos colocou com preconceito em situação constrangedora diante de outros clientes, dizendo que não tínhamos nível e não conhecíamos uma boa mercadoria.
Chocados partimos e fizemos nossas compras em outra casa de chocolates que nos atendeu de forma muito digna, e ao comentarmos com as pessoas o que havia ocorrido, eles teceram o comentário de que essa senhora é muito ....
Espero que o slogan (anexo abaixo) pregado no site dos senhores não seja a única fonte de aprendizado para seus associados, e que eles saibam que um cliente satisfeito traz mais quatro clientes, mas um cliente insatisfeito leva deis clientes embora.
 

Pensamento
"Seus clientes mais insatisfeitos são a sua maior fonte de aprendizado".
Bill Gates, empresário e o homem mais rico do mundo.

 

Na certeza de uma postura dos senhores, fico no aguarde de um comunicado quanto a ações tomas, para que assim eu e os próximos a mim tenhamos a certeza de que vale a pena voltar a frequentar Monte verde.
Obrigada'.
Nota do coordenador:
Excluímos os nomes dos estabelecimentos e adjetivos mais fortes.
O objetivo deste Fórum é ensinar e fazer censura social a quem não procede como a maioria dos empresários de Monte Verde, que respeita e sabe que MV deve tudo o que tem ao o turista, que precisa e merece ser bem tratado.
Grato pela sua colaboração e participação. Att.  Egydio Coelho da Silva, presidente da Associação Comercial de Monte Verde-Acmv

FÓRUM MONTE VERDE / CAMANDUCAIA EM 25/FEVEREIRO/2008
De: Vinícius Nunes
Cidade: São Paulo. Estado: SP. País: Brasil
Para: Fórum de hotéis e empresários de Monte Verde

Monte Verde atrai certo tipo de turista, que gosta exatamente deste tipo de localidade, quem não gosta deve ir para outros lugares e não tentar mudar Mónte Verde, é o caso da estrada, se arrumar estraga!
As aparentes indignidades cometidas por todos os atores deste município apesar realmente de serem indignidades, faz parte, quem conhece a cidade sabe que é assim mesmo, o caso é não ligar e ficar esperto, e aproveitar o que é bom e absolutamente exclusivo do lugar.
Caro Vinícius,
Houve prefeitos de Camanducaia e até governadores de Minas, que adoravam essa tese, para manter Monte Verde abandonada.
Na verdade, conforto e segurança são perfeitamente combatíveis com a preservação. Isso se observa nos países de primeiro mundo principalmente a Suíça. De qualquer forma, é um bom tema para debate e assim eliminar preconceitos e consolidar conceitos.

Abs. e grato pela participação. Egydio Coelho da Silva

 

FÓRUM MONTE VERDE / CAMANDUCAIA EM 12/MARÇO/2008
De: Ana Maria Renó Minucci
Cidade: São Paulo. Estado: SP. País: Brasil
Para: Fórum de hotéis e empresários de Monte Verde

Prezado Sr. Egydio,
Tenho notado que a população local em Monte Verde está crescendo e também a pobreza devido ao não aproveitamento dos habitantes para as oportunidades que Monte Verde oferece, que é o turismo. Se a população local fosse treinada para o turismo, ao invés de contratarmos profissionais de outras regiões, iríamos solucionar o problema do desemprego na região.
Por isto, resolvi desenvolver um projeto para Monte Verde conforme abaixo :
PROJETO MONTE VERDE
1.0 SITUAÇÃO
Monte Verde fica situado ao sul do Estado de Minas Gerais, no alto da Serra da Mantiqueira, a 170 km da cidade de São Paulo, em altitudes que variam de 1500 a 1600 metros, com aprox. 5000 habitantes.
A principal atividade econômica é voltada para o turismo.
Um dos principais problemas de Monte Verde é a falta de mão-de-obra especializada voltada para a área de turismo. Consequentemente, a mão-de-obra especializada é trazida de outras cidades, criando assim, um problema social para Monte Verde. Pois, o número de habitantes está aumentando e o habitante local está ficando desempregado.
Este projeto recomenda um treinamento especializado da mão-de-obra local voltado para a área de turismo a nível internacional.
2.0 OBJETIVO
Criar uma escola especializada em turismo para treinar a mão-de-obra local com o objetivo de atender as necessidades da Vila de Monte Verde. O sucesso de Monte Verde depende de seus habitantes.
3.0 MISSÃO
Nossa missão é fazer com que Monte Verde em 2010 seja reconhecida como um dos melhores locais turísticos do País pela sua excelência nos serviços de turismo fazendo com que cada habitante se sinta responsável pelo sucesso desta missão.
4.0 DESEJOS E NECESSIDADES
Criar um diferencial competitivo para Monte Verde, preparando os seus habitantes para o mercado de trabalho local.
5.0 CONCORRENTES
Mão-de-obra especializada de outras cidades.
6.0 POSICIONAMENTO DO PRODUTO
Criar uma escola de nível internacional voltada para área de turismo.
7.0 PRODUTO
Escola especializada em turismo, buscando treinamento a nível internacional nas seguintes áreas :
- Atendimento ao cliente (a importância do turista em Monte Verde)
- Serviço de hotelaria em geral
- Arte-culinária (pratos internacionais e nacionais, decoração, etc...)
- Curso de inglês
8.0 CARACTERÍSTICAS DO PRODUTO
Este trabalho será realizado com organização, sob a coordenação de profissionais altamente gabaritados.
9.0 BENEFÍCIOS PARA O CONSUMIDOR
Oferecer profissionais altamente treinados e motivados, objetivando qualidade e confiabilidade.
10.0 QUALIDADE
Os habitantes de Monte Verde serão especialmente treinados para oferecer um serviço de alta qualidade.
Desenvolver o potencial do cidadão para o bem-estar de todos.
Mercado alvo : Prefeitura de Camanducaia, moradores classe A e Hotels e Pousadas de Monte Verde.
Benefícios do Projeto Monte Verde :
- Diminuição da pobreza, violência, desemprego e índice de natalidade.
- Aumento do padrão de vida dos habitantes de Monte Verde e oportunidades.
- Preservação da Natureza (conscientização do meio-ambiente)
Muito obrigada pela atenção.
Abs, Ana Maria Renó Minucci

Cara Ana Maria,
Tudo que se fizer para tornar bem profissional o atendimento a turista em Monte Verde é válido e, se for possível aproveitar mão de obra local, criando mais emprego a moradores, será melhor ainda.
Há algum tempo atrás a Acmv solicitou a Secretaria de Educação que criasse na ocasião um segundo grau (colegial), formando alunos em técnico em turismo. Além disso, quem se formasse adquiria o direito de prestar vestibular em faculdades.
Porém, não sei se isso hoje é possível, em face das novas políticas e legislação. 

Abs. e grato pela participação. Egydio Coelho da Silva

 

FÓRUM DE HOTÉIS E EMPRESÁRIOS 15 DE MARÇO DE 2.008

De: Marília Lopes

Cidade:  Atibaia. Estado: SP.  País: Brasil

Para: Fórum de hotéis e empresários de Monte Verde

 

(Olá!!
Adoro a cidade de Monte Verde. porém quero explicitar minha opinião a respeito do comércio local, em termos de confecções...
Estive recentemente visitando a cidade, é notório que há diversas opções de pousadas e hotéis. Só que infelismente acho que o varejo em relação há vestuarios não está muito desenvolvido. Queria fazer algumas compras e achei muitas poucas opções.
Só gostaria de saber se isso aconteceu somente comigo ou é comum?
abraços

 

FÓRUM DE HOTÉIS E EMPRESÁRIOS 30 DE ABRIL DE 2.008

De: Cassiano R. J. Duarte
Gerente Geral da Agência do  Banco do Brasil

Cidade:  Camanducaia. Estado: MG.  País: Brasil

Para: Fórum de hotéis e empresários de Monte Verde

Prezados associados e empresários de Monte Verde,

Recebi a proposta de parceria abaixo e tenciono formar uma comissão exclusiva para analisar e tornar viável esta parceria com o Banco do Brasil.
Poderão participar dessa comissão os filiados à Acmv, inclusive empresários, que ainda não são filiados à Acmv, mas que se interessam em se filiar e participar dessa comissão.
Solicito que os interessados em participar entrem em contacto comigo ou com qualquer diretor da Acmv, podendo esse contacto se fazer por telefone ou em retorno a este email.

Grato. Egydio Coelho da Silva, presidente da Acmv
 

 

À
ACMV – ASSOCIAÇÃO COMERCIAL DE MONTE VERDE
Prezados Senhores,
No intuito de estabelecermos parceria negocial entre o Banco do Brasil e a Associação Comercial de Monte Verde, segue anexo o documento Minuta de Convênio para sua análise e apreciação jurídica.
Pedimos, por gentileza que, caso seja necessário fazer algum ajuste no referido documento, se mencione o texto ou a alteração.
Colocamo-nos à disposição para sanar eventuais dúvidas, ao tempo que reforçamos nossos votos de elevada estima e consideração.
Atenciosamente,
CASSIANO R. J. DUARTE
Gerente Geral
Ag. Camanducaia (MG)


MINUTA DE CONVÊNIO DE COOPERAÇÃO MÚTUA, QUE ENTRE SI CELEBRAM, A ACMV - ASSOCIAÇÃO COMERCIAL DE MONTE VERDE E O BANCO DO BRASIL S.A.
O BANCO DO BRASIL S.A., sociedade de economia mista, com sede em Brasília, Distrito Federal, por sua agência Camanducaia (MG), inscrita no CNPJ sob o n° 00.000.000/3022-87, por seu representante abaixo assinado, doravante denominado BANCO para fins deste documento, e a ACMV - Associação Comercial de Monte Verde, com sede à ___________________________, inscrita no CNPJ sob o n° ____________________, por seus representantes abaixo assinados, doravante denominada ACMV, RESOLVEM CELEBRAR o presente CONVÊNIO, doravante denominado simplesmente CONVÊNIO, mediante as seguintes cláusulas e condições:
DO OBJETO
Cláusula Primeira – Considerando-se a necessidade de incremento de investimento para o empresariado de Monte Verde e a melhoria no atendimento do PAB Monte Verde no que concerne ao recebimento de depósito em dinheiro e títulos vencidos, opções estas não passíveis de realização pelo Gerenciador Financeiro, o presente instrumento tem como objeto a manifestação de intenção das partes em desenvolver ações conjuntas para oferecimento e aplicação de crédito aos Associados, no âmbito do Proger – Programa de Geração de Emprego e Renda, do Proger Turismo, análise e concessão de operações de Capital de Giro e Desconto de Recebíveis, inclusive com utilização dos canais de auto-serviço do BB, notadamente o Gerenciador Financeiro, e de sua rede de agências visando:
a) Disponibilizar um Caixa Executivo no PAB Monte Verde para receber depósitos em dinheiro e títulos vencidos dos Associados da ACMV que concordarem e assinarem o presente CONVÊNIO;
b) Incrementar a diversificação das atividades produtivas no Comércio Local, no Turismo e Turismo Rural, gerando emprego e renda de forma descentralizada, aumentando a competitividade e alavancando o desenvolvimento tecnológico e comercial do setor, assim como a arrecadação tributária;
c) Promover ações que fortaleçam a economia local e contribuam para a implementação de políticas de desenvolvimento econômico e social sustentável.
DOS BENEFICIÁRIOS
Cláusula Segunda
Serão beneficiárias deste CONVÊNIO as empresas/instituições que possuírem, cumulativamente, os seguintes requisitos:
a) Estar associado à ACMV e em dia com as mensalidades;
b) Possuir Conta-corrente, Pacote de Serviços, Cheque Ouro Empresarial, BB Giro Rápido, Cartão Ourocard Business, Domicílio Visa e Mastercard e Folha de Pagamento dos dirigentes e funcionários, ou com proposta de abertura de conta-corrente no Banco do Brasil;
c) Efetuar os depósitos das reservas e movimentação efetuadas pelos seus clientes e consumidores na conta-corrente aberta no Banco do Brasil;
c) Assinar convênio específico para recebimento de depósito em dinheiro e recebimento de títulos vencidos;
d) Efetuar as demais transações (depósitos em cheque, pagamento de título/água/luz/telefone e etc.) pelo Gerenciador Financeiro.
DAS RESPONSABILIDADES
Cláusula Terceira
– Compete ao Banco:
a) disponibilizar 1 (um) Caixa Executivo para recebimento de depósito em dinheiro e títulos vencidos e melhorar a estrutura atual para viabilizar esse atendimento. Farão jus ao atendimento prioritário os beneficiários, conforme a cláusula segunda deste CONVÊNIO;
b) Participar, juntamente com a ACMV e seus representantes, de ações que visem ao aperfeiçoamento e fortalecimento do presente CONVÊNIO;
c) Analisar propostas de crédito apresentadas, observada a boa técnica bancária e as condições técnicas do crédito pleiteado ou do projeto;
d) Estabelecer fluxo diferenciado/simplificado, para análise das propostas de financiamentos abrangidos pelo presente CONVÊNIO, elaborando roteiro com a identificação dos documentos e demais providências necessárias;
Cláusula Quarta
– Compete à ACMV:
a) Auxiliar na seleção de potenciais beneficiários ao crédito e encaminhá-los ao Banco, para os procedimentos operacionais;
b) Acolher propostas de financiamentos, de acordo com modelos a serem fornecidos pelo Banco;
c) Promover a divulgação do CONVÊNIO por meio de ação conjunta com o Banco, entre as entidades de classe e dos diferentes integrantes da cadeia produtiva local, buscando maximizar os resultados dos investimentos para o desenvolvimento dos setores envolvidos;
d) Centralizar 100% (cem por cento) dos negócios no Banco do Brasil, considerando principalmente Folha de Pagamentos, Cobrança Bancária e etc.;
e) Mobilizar e acolher, pelo menos, 50% de assinaturas de associados (Anexo I), que possuam ou se proponham a possuir os requisitos constantes na cláusula segunda.
DA VIGÊNCIA
Cláusula Quinta
A execução do presente CONVÊNIO dar-se-á de 31-05-2006 a 31-05-2011, sujeitando-se às eventuais alterações das normas regulamentares do CMN – Conselho Monetário Nacional, do BACEN – Banco Central do Brasil e demais Órgãos, aos quais o banco está sujeito à fiscalização para efeito de funcionamento do Posto Bancário.
DA MODIFICAÇÃO, DA RESCISÃO E DA DENÚNCIA
Cláusula Sexta – Sempre que houver necessidade e mediante termos aditivos,poderão as cláusulas deste CONVÊNIO serem aditadas, modificadas e suprimidas.
Cláusula Sétima - O presente CONVÊNIO poderá ser denunciado em razão do inadimplemento de qualquer de suas cláusulas e condições, ou simplesmente rescindido, através de acordo das partícipes, observada a legislação vigente, mediante aviso prévio, com antecedência mínima de 30 (trinta) dias.
Cláusula Oitava
Ocorrendo denúncia ou rescisão na forma prevista na cláusula anterior, as responsabilidades decorrentes deste CONVÊNIO vigorarão enquanto perdurarem as operações contratadas pelo Banco.
DA PUBLICAÇÃO
Cláusula Nona
A publicação deste CONVÊNIO, nos jornais, encartes, revistas ou qualquer outro meio de comunicação ou de informação, regionais e locais, será providenciada pela ACMV, com a concordância do BANCO.
DO FORO
Cláusula Décima
Para solução de qualquer dúvida ou pendência resultante deste CONVÊNIO, as partes elegem como foro competente o de Camanducaia (MG).
Por estarem assim justos e acertados, assinam a presente MINUTA DE CONVÊNIO em 03 (três) vias de igual teor.
Camanducaia (MG), 30 de abril de 2008.
Pelo Banco:
Agência Camanducaia - MG
CASSIANO R. J. DUARTE
CPF: 488.462.529-34
Telefone: 35 3433-1100
Pela ACMV:
XXXXXXXXXXXXXXXXXXX
CPF: xxx.xxx.xxx-xx

 

FÓRUM DE HOTÉIS E EMPRESÁRIOS 05 DE MAIO DE 2.008

De: Joedson Nunes, represento a Agência Receptiva Reality Tour

Cidade:  Socorro. Estado: SP.  País: Brasil

Para: Fórum de hotéis e empresários de Monte Verde

Prezado Presidente Sr. Egydio Coelho,
Meu nome é Joedson Nunes,
Represento a Agência Receptiva Reality Tour na Cidade de Socorro. Estamos entrando em contato, pois temos o interesse de formatar uma parceria com a Associação Comercial na elaboração de um Famtur para lojistas de Monte Verde às Malharias da Cidade de Socorro, tendo em vista a proximidade do inverno e da grande procura por malhas.
A parceria seria simples e muito eficaz para a Associação Comercial e para as malharias. Nós entraríamos com o transporte (VAN) para buscar os lojistas e a Associação faria a parte de articulação entre os interessados.
O transporte dispõem de espaço para transportar as mercadorias e sairá totalmente gratuito para os lojistas.
Nós já realizamos esse tipo de trabalho em outros municípios e têm dado um grande resultado para ambas as partes.
Temos um limite máximo de 10 (dez) vagas para a primeira visita e dependendo da demanda poderemos pensar em visitas pré-agendada a cada mês ou quem sabe a cada quinzena.
A proposta é para que esta visita ocorra até a primeira quinzena de Maio, ficando a critério da Associação Comercial a escolha da melhor data para tal finalidade.
Em breve enviarei folder eletrônico das novas tendência para o próximo inverno, facilitando assim na decisão dos lojistas.
Abaixo segue os meus contatos,
Atenciosamente,
REALITY TOUR
AGÊNCIA RECEPTIVA CIRCUITO DAS ÁGUAS
realitytoursocorro@hotmail.com
(19) 3895-5518 - (19) 8160-4230 - (11) 7247-7166

Caro Joedson,
Estou colocando sua mensagem acima no Fórum de empresários de Monte Verde. Se houver demonstração de interesse dos lojistas, a Acmv colaborará na organização desse Fantur a Socorro.
Grato pela oferta. Att.
Egydio Coelho da Silva, presidente da Acmv

 

 

Página inicial - Menu geral

Participe deste fórum via internet (qualquer computador)

Participe deste fórum por email

Veja mensagens de 2007

Veja mensagens de 2006

Veja mensagens de 2005

Veja mensagens de 2004

Veja mensagens de 2003

Veja mensagens de 2002

Veja mensagens de 2001

1) Participe do Fórum de empresários de Monte Verde, enviando sua sugestão e opinião por email para: acmv@monteverdemg.com.br 

2) Pensamento a ser cultivado: "Não concordo com uma só palavra do que dizes, mas defenderei até a morte o teu direito de dizê-la", Voltaire.

3) Se você se sentir prejudicado com qualquer notícia aqui divulgada  e quiser se utilizar do direito de resposta, favor enviar email para: acmv@monteverdemg.com.br, que a sua opinião será divulgada com o mesmo destaque.

Egydio Coelho da Silva, coordenador do Fórum de empresários de Monte Verde