*Desde 1.979*

ASSOCIAÇÃO COMERCIAL DE MONTE VERDE-Acmv
Email: acmv@monteverdemg.com.br

Site: www.montevedemg.com.br 
Sede: Rua dos Eucaliptos, 61

Fone: 35-438-2035
Distrito de Monte Verde
Município de Camanducaia-MG-Brasil

Atualizado em  22-06-2.002 (introdução dos parágrafos únicos aos intens: 3 (três) e  5 (cinco)

REGULAMENTO INTERNO E DO PORTAL

Art. 1.º - O presente regulamento deve ser rigorosamente seguido por todos os recepcionistas, empregados autônomos, etc.., que prestem serviços para a Associação Comercial de Monte Verde, tanto no setor de atendimento aos turistas, como também no de vigilância do Portal, bem assim em qualquer outra dependência administrada pela ACMV. Deverá também ser observado pelos associados da Associação Comercial de Monte Verde e por todos, que, de alguma forma, se utilizem direta ou indiretamente do Portal.

Art. 2.º - SETOR DE INFORMAÇÕES TURÍSTICAS: o objetivo deste serviço primordialmente é oferecer aos turistas, autoridades e quaisquer pessoas interessadas informações amplas sobre Monte Verde. Quando o pedido de informação se referir a atividades comerciais e de prestação de serviços, o recepcionista também dará toda informação, de que tiver conhecimento e, obrigatoriamente, fornecerá informações sobre os filiados à ACMV, pois consequentemente são eles que colaboram para manter o funcionamento do Portal de Entrada da Cidade.

Art. 3.º - Nenhum empregado da ACMV poderá, em hipótese nenhuma, nem que haja insistência por parte do interessado, dar indicação de estabelecimento comercial ou prestador de serviço. Deverá se esforçar ao máximo, para dar todas as informações, para que o próprio turista faça sua escolha. Não poderá também, mesmo fora de seu horário de trabalho, prestar serviços a terceiros em atividade, que implique aliciamento de clientes para empresários, sócios ou não-sócios da ACMV, não poderá também receber presente ou qualquer vantagem oferecida por associados ou empresário, com intuito evidente de obter alguma vantagem.

Parágrafo único: Todos associados devem e qualquer pessoa poderá comunicar à diretoria da ACMV caso constatem alguma infração ao disposto no item acima.

Art. 4.º - Qualquer estabelecimento comercial ou prestador de serviço poderá ser filiado à ACMV e ter seu nome divulgado nas publicações feitas pela ACMV, no site na internet, bem como deixar impressos próprios para serem distribuídos no Portal de Entrada da Cidade e outros locais administrados pela ACMV.

Art. 5.º - Será considerada atitude anti-ética do associado da ACMV, qualquer tentativa de agradar ou pressionar os recepcionistas ou vigilantes, com intuito de levar alguma vantagem em relação aos demais associados. O associado, que comprovadamente tenha agido assim, estará sujeito às penas previstas no Código de Ética, portanto, sujeito à exclusão do quadro de associado da ACMV.

Parágrafo único: Associados e, principalmente, hoteleiros e seus prepostos devem evitar permanecer no Portal, para que não haja interpretação de que ali estariam para levar alguma vantagem em relação aos demais associados e todos associados e funcionários da ACMV devem e qualquer pessoa poderá comunicar à diretoria da ACMV caso constatem alguma infração ao disposto neste parágrafo e no item acima.

Art. 6.º - Quando o infrator ao artigo 5.º não for associado da ACMV, o recepcionista ou qualquer diretor da ACMV, que tomar conhecimento, deverá solicitar a lavratura de um Boletim de Ocorrência, para as providências civis ou criminais, que couberem.

Art. 7o - O recepcionista, que constatar a presença de pessoas, no portal, incomodando turistas, seja pela prática da mendicância, agenciamento ou comércio ambulante, pedindo caronas, colocando faixas, cobrando pedágio, etc., deverá imediatamente solicitar a lavratura de Boletim de Ocorrência e encaminhar cópia às autoridades policial ou municipal para que tomem as providências cabíveis.

Art. 8o - Todo turista, que desejar colaborar com sugestão, crítica ou reclamação, poderá se dirigir ao Portal e preencher o formulário próprio para isso. Se a crítica se referir a associado da ACMV, a Diretoria examinará se houve infração ao Código de Ética e, se for o caso, tomará as medidas nele previstas. Quando se referir a empresários não-associados, o turista será orientado a procurar as autoridades da Comarca de Camanducaia, que são responsáveis pelo cumprimento do Código de Defesa do Consumidor, em vigor no País. Quando se referir à administração pública, cópia da reclamação será encaminhada à respectiva autoridade competente.

Art. 9.o - A infração ao artigo 3.º será considerada motivo de "justa causa", para efeito de demissão de qualquer empregado da ACMV.

Art.º - 10.º : Ninguém poderá retirar dinheiro do caixa, seja a que título for, pois todo dinheiro arrecadado deve ser depositado no banco. Isto será considerado falta grave, sujeitando o infrator a pena de demissão por justa causa, sem prejuízo da solicitação de lavratura de Boletim de Ocorrência em caso de reincidência.

Art. 11.º - O recepcionista deverá atrasar sua saída no máximo até cinco minutos, em caso de atraso do colega que deva rendê-lo. Após isso, poderá sair, desde que anote no próprio caixa o valor do saldo existente e o fato de que fechou o portal por atraso de seu colega.

Art. 12o - Este regulamento entra em vigor na data, em que for afixado no Portal de Entrada de Monte Verde e na Casa de Pedra.

Monte Verde, em 15 de maio de 1.997.

Egydio Coelho da Silva – presidente

* Página inicial - Menu geral